Publicado em 12/05/2018

54ª Expoagro: “O bom legado, além de bem feito, é sempre em benefício da coletividade” destaca Mauricio Saito

Uma das maiores feiras agropecuárias de Mato Grosso do Sul teve início neste sábado (12), em Dourados, onde produtores, lideranças rurais, autoridades políticas e pesquisadores foram recepcionados pelo presidente do sindicato rural do município, Lúcio Damália.

Na 54ª edição, a exposição de 2018 está ainda mais especial por celebrar os 50 anos do Sindicato Rural de Dourados.

O meio século de fundação da entidade foi prestigiado por mais de 25 presidentes e representantes dos sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul e homenageado pelo presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito.

“É um sábado de muita alegria, em que o setor comemora os 50 anos dos Sindicatos Rurais de Dourados e de Paranaíba, dois grandes e importantes sindicatos do nosso estado que representam algo que sempre defendi:  mau legado até pode fazer um trabalho bem feito, mas o benefício é pelo interesse próprio. Já o bom legado, além de fazer um trabalho bem feito, é sempre em benefício do coletivo”, afirmou Saito ao entregar uma placa comemorativa ao presidente Lúcio Damália.

Ao discursar, Damália ressaltou que a feira reflete o desenvolvimento sustentável do agro de MS: “A Expoagro impacta na sustentabilidade e competitividade do agronegócio, contribuindo para o fortalecimento do setor, com tecnologia de ponta, com iniciativas para alavancar a produção e inovações tecnológicas. Todo nosso desenvolvimento acontece de forma a preservar o meio ambiente”, disse.

A deputada estadual Tereza Cristina comentou o quanto entidades como a Famasul tem contribuído para a representação do crescimento e valorização dos produtores rural do estado. “Na defesa dos produtores rurais, Mauricio Saito, que está à frente da Federação, faz um trabalho de guerreiro, totalmente comprometido e sem dia e sem horário – é 5, 6 horas da manhã estamos discutindo projetos e iniciativas – para buscar alternativas de melhoria para o agro de MS. Mauricio e eu somos de resultado!”, salientou.

A representatividade do setor na abertura da Expoagro foi destacada pelo governador de MS, Reinaldo Azambuja. “Vemos aqui hoje vários presidentes e representantes de sindicatos rurais de diferentes regiões de Mato Grosso do Sul e isso é resultado do trabalho que Mauricio tem realizado, enquanto dirigente da Famasul, pois demonstra a unidade do setor e o apoio à essa feira agropecuária. São empresários rurais que deixam suas atividades de forma voluntária para se dedicarem à força sindical”.

A solenidade de abertura também foi prestigiada pelo senador Pedro Chaves. “Lúcio Damália, nosso grande anfitrião, muito me honra participar da 54ª exposição de Dourados, um evento que reúne empresários do Brasil e de países vizinhos que querem conhecer as potencialidades da agropecuária de MS, algo que nos orgulha, gera renda e emprego”.

O deputado federal, Geraldo Rezende, destacou que o produtor rural é exemplo de eficiência. “O produtor é forte porque enfrenta desafios e é referência mundial de produtividade e de uso de tecnologia”.  Em seguida, o deputado estadual, Zé Teixeira, afirmou: “Esta é uma grande feira, uma das maiores em nosso estado”.

A prefeita de Dourados, Délia Razuck, pontuou que “a exposição é importante porque trabalha com todos os setores da economia da nossa cidade”, ressaltando: “Como gestora, agradeço todo o empenho do presidente Lúcio Damália, sua esposa e equipe que tanto se dedicam à realização desse importante evento para Dourados”.

A importância do setor produtivo foi destacada pela presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), Beth Salomão: “O Agro sustenta o Brasil e melhora a economia do nosso País. O homem cada vez mais conectado investe em produtos de qualidades e tecnologia”.

A presidente da Câmara Municipal dos Vereadores de Dourados, Daniela Hall, falou sobre a importância da feira para a população. “Tenho orgulho de participar mais uma vez da Expoagro, que nos traz uma programação diversificada, criando oportunidades de negócio e atraindo a população, novamente, ao parque de exposições. Parabenizo Lucio Damália e toda sua diretoria, pois essa é uma grande oportunidade de evidenciar uma das grandes regiões produtora de grãos do nosso país”.

Participaram do evento, a segunda diretora tesoureira do Sistema Famasul, Thaís Carbonaro Faleiros Zenatti; o presidente da Aprosoja/MS e representando o sindicato rural de Maracaju, Juliano Schmaedecke.

Os presidentes dos sindicatos rurais de: Aquidauana, Frederico Stella; Anastácio, Moezis José dos Santos; Bataguassu, Manoel Agripino; Bela Vista, Leandro Mello Accioly; Bonito, Elza Maria Trevellin; Bandeirantes, João Nelson Lyrio; Caracol, José Calderan Bordin; Caarapó, Antônio Maran; Campo Grande, Ruy Fachini Filho; Douradina, Cláudio Pradella; Guia Lopes da Laguna, Jesus Cleto Tavares; Ivinhema e Novo Horizonte do Sul, Edy Elaine Tarrafel; Itaporã, Otávio Vieira de Melo; Jateí, José Pereira da Silva; Jardim, José Eduardo Meireles Grubert; Laguna Carapã, João Firmino Neto; Nioaque, Claudio Antonio Straliotto; Naviraí, Yoshihiro Hakamada; Ponta Porã, André Cardinal; Terenos, João Borges dos Santos Jr. Estiveram presentes o delegado do Sindicato Rural de Bandeirantes, Janes Bernadino e o vice-presidente do Sindicato Rural de Bonito, Marcelo Bertoni;

Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul – Carla Gavilan e Ana Brito