Publicado em 05/09/2017

Caixa Econômica Federal reduz taxa  de juros para custeio e comercialização

 Encontro realizado hoje na sede da Famasul, Saito avaliou como positivo o anúncio da Caixa

O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, recebeu, nesta terça-feira (05), o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Evandro Narciso de Lima, que anunciou a redução de taxas de juros dos recursos obrigatórios da instituição financeira.

“A notícia é positiva, considerando que o setor agropecuário passa, atualmente, por um momento de dificuldade de precificação. É um incentivo que oportuniza aos produtores opções para trabalhar até a retomada dos preços e, consequentemente, a melhoria da rentabilidade”, afirmou o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito.

A taxa de juros para as operações com recursos obrigatórios da Caixa Econômica Federal, anunciada pelo superintendente, até então precificada em 8,5% ao ano, no mês de setembro, será reduzida para 7,7% a.a tanto para custeio como para comercialização.

De acordo com o superintendente do instituição financeira, em alguns casos, a partir da análise de cada situação, a taxa poderá cair para 6,7% a.a. “É um momento decisivo no crédito rural. Iniciou o Plano Safra e a Caixa quer se apresentar como alternativa potencial para o produtor, por isso do atrativo para aproximar o agricultor e pecuarista sul-mato-grossense e fortalecer a atividade no campo.”

Participaram, ainda, da reunião o gerente de atendimento, Fábio Takumi Kaihara, e o gerente de clientes e negócios, Everton Dayan de Moraes Ferreira.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul / Ana Brito e Carla Gavilan