Skip directly to content

Famasul apresenta demandas do setor a candidato ao Governo de MS

11/09/2018 - 14:00

 

O documento com a contribuição do Agro foi apresentado em evento nessa segunda-feira

 

As principais demandas do agro de Mato Grosso do Sul para o próximo governo foram apresentadas pelo presidente da Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, nessa segunda-feira (10), durante a primeira noite do evento Encontros com a Produção. 

A iniciativa é realizada pela Famasul, Fiems, Fecomércio, Faems e Sebrae e tem como finalidade apresentar aos candidatos ao governo do estado as propostas mais expressivas que buscam a melhoria dos setores de MS. A primeira noite foi organizada pela Federação do Comércio e aconteceu na Escola de Gastronomia do Senac, onde os presidentes das instituições representativas expuseram as demandas ao candidato Reinaldo Azambuja.

Mauricio  entregou a Azambuja o documento denominado Contribuição do Agro para o Desenvolvimento Socioeconômico de MS ressaltando que o material foi elaborado a partir dos levantamentos realizados com as entidades do setor e com as mais de 130 comissões, câmaras e conselhos, estaduais e nacionais, nas quais a Famasul representa os produtores rurais de MS. 

"Precisamos pensar nos próximos 4 anos com responsabilidade. Elaboramos esse documento com a expectativa de que a agropecuária receba a devida atenção dos planos de governo".

Recepcionado por Mauricio Saito, pelo presidente da Fiems, Sérgio Logen; da Fecomércio, Edison Araújo; da Faems, Alfredo Zamlutti; e pelo superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça; o candidato à reeleição, Reinaldo Azambuja, afirmou: “Vamos analisar e sentar com os setores para discutir as pautas apresentadas”. 

O presidente da Famasul foi acompanhado do vice-presidente da Federação,  Luís Alberto Moraes Novaes; do presidente da ABPO, Leonardo Leite; do ex-presidente da Famasul, Ademar Silva; e do conselheiro Fiscal Titular da Aprosoja/MS, Antônio Moraes Ribeiro Neto. 

O evento teve a presença da senadora Ana Amélia Lemos; do secretário estadual de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel; e do secretário estadual da Semagro, Jaime Verruck.

Reinaldo Azambuja foi o primeiro candidato a governador a reunir-se com representantes da Fiems, Famasul, Fecomércio, Faems e Sebrae/MS para ouvir as reivindicações do setor produtivo e apresentar as propostas para a indústria, comércio, agropecuária e micro e pequenas empresas do estado, os próximos candidatos serão Júnior Mochi (MDB) e Odilon de Oliveira (PDT). Nessas reuniões, as entidades entregam o caderno de medidas de curto e longo prazo, que foram pensadas em conjunto para o desenvolvimento da economia estadual, para serem implantadas pelo próximo governante.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul - Ana Brito e Carla Gavilan