Skip directly to content

Dinapec 2019: Saito destaca atuação de presidentes dos sindicatos rurais em prol da defesa da coletividade

20/02/2019 - 14:30

Mais de 40 presidentes dos sindicatos rurais participaram da abertura do evento que reuniu mais de 400 pessoas

A abertura oficial da Dinapec 2019 – Dinâmica Agropecuária, realizada nessa quarta-feira (20), contou com a presença de diversas lideranças rurais e políticas do estado, entre elas mais de 40 presidentes dos sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul. Durante seu discurso, o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, destacou: “Esses líderes são exemplos de pessoas que defendem a coletividade”. O evento foi realizado na sede da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande.

Saito reforçou que o setor produtivo adere novas tecnologias e é exemplo de sustentabilidade: “O Centro-Oeste responde por 50% da produção de grãos e 45% da produção de carne bovina do Brasil. Isso demonstra claramente a importância da comunidade cientifica e do empreendedorismo para o desenvolvimento do setor. Nosso estado é referência em produção e produtividade, baseado na sustentabilidade e a Dinapec é um evento que oportuniza ao produtor rural o acesso a novas tecnologias de produção", afirmou o presidente, acrescentando que, entre as iniciativas que o Senar/MS apresentará no evento, está a oficina de drones: “inovação muito utilizada hoje em dia”.

O chefe geral interino da Embrapa Gado de Corte, Ronney Mamede, falou da trajetória do evento. “O setor vem se destacando ano após ano. As exportações do setor, por exemplo, finalizaram 2018 com recordo nominal de 101 bilhões de dólares, colocando o setor em posição de destaque. O agro representa 24% do PIB – Produto Interno Bruto, do País”.

Já o diretor executivo de inovação e tecnologia da Embrapa, Cleber Oliveira Soares, destacou a finalidade da Dinapec. “Gerar conhecimento, gerar produto, tecnologia inovação e entregar valor para agropecuária. Nesses próximos dias serão apresentadas alternativas eficientes para o produtor rural produzir proteína de origem animal, principalmente carne e leite”.

Representando o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que cumpre agenda em Brasília, o Secretário-Adjunto de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo Senna, enfatizou a necessidade da criação de uma agenda voltada à inovação e sustentabilidade durante a Dinapec. “Aqui não é só uma mostra de tecnologias, mas um momento para as nossas instituições começarem a criação de uma agenda robusta, uma agenda ousada, na área de sustentabilidade e inovação. Momento também de reforçar o sistema estadual de ciência, tecnologia e inovação, por meio da nossa Fundect. Não é à toa que o governador fez a reforma administrativa colocando dentro da Semagro a pauta da Ciência Tecnologia e Inovação, por que nós entendemos que é um tripé que pode provocar o desenvolvimento muito superior ao que nós temos atualmente. É uma oportunidade que temos de avançar mais”.

Participaram do evento:  o vice-presidente do Sistema Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes; o diretor-secretário, Frederico Stella; o diretor tesoureiro da Federação, Marcelo Bertoni; o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan; o chefe geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Asmus; da Embrapa Pantanal, Jorge de Lara; o superintendente do Mapa, Celso Martins; o secretário adjunto da Semagro, Ricardo Sena; o superintendente da Semagro, Rogério Beretta; o diretor-presidente da Iagro, Luciano Chiocheta;  o presidente da Fundação MS, Luciano Muzzi Mendes; o presidente da Fundect, Márcio Araújo  Pereira; oreitor da UFMS, Marcelo Turine;.

Prestigiaram a abertura: o presidente da Acrissul, Jonathan Barbosa; o presidente do MNP, Rafael Gratão; presidente da Associação Novilho Precoce, Nedson Rodrigues Pereira; o presidente da OCB/MS, Celson Ramos Régis; o presidente do CRMV/MS, Rodrigo Piva; o presidente da Unipasto, Pierre Patriat; o comadante de policiamento metropolitano da Polícia Militar, Wilson Sérgio Monati; comadante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Joilson Alves do Amaral; o secretário da Sedesc, Abrahão Malulei Neto; o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira Borges; o superintendente da Conab, Nilson Marques.

Representatividade Rural: Estiveram presentes os seguintes presidentes dos sindicatos rurais: Moacir Reis (Água Clara); Moezis dos Santos (Anastácio) Roseli Ruiz (Antônio João); Eduardo Sanchez (Aparecida do Taboado); Altamir José Ramos da Fonseca (Batayporã); João Nelson Lyrio (Bandeirantes); Adolfo Cavalhieri (Brasilândia); Manoel Agripino (Bataguassu); Leandro Accioly (Bela Vista); Saturnino Silvério (Camapuã); Ruy Fachini Filho e o presidente eleito, Alessandro Coelho  (Campo Grande); Luciano Aguillar Leite (Corumbá); Lauri Dalbosco (Chapadão do Sul); Hillies de Oliveira (Costa Rica); Luiz Vicentini Neto (Eldorado); Dário Gomes Silva (Fátima do Sul); Gilmar Siqueira de Miranda (Figueirão); Edgar Yamato (Glória de Dourados);  Jesus Cleto (Guia Lopes da Laguna); Márcio Margato (Iguatemi); Edy Elaine (Ivinhema e Novo Horizonte do Sul); José Pereira da Silva (Jateí); Ramão Benitez (Juti); Massao Ohata (Miranda e Bodoquena); Yoshihiro Yakamada (Naviraí); Hemerson Israel dos Santos (Nova Andradina); Telma Menezes de Araujo (Nova Alvorada do Sul); Nilo Alves Ferraz (Paranaíba); Edir Pereira Ratier (Paranhos); André Cardinal (Ponta Porã); Florindo Cavalli Neto (Santa Rita do Pardo); Henrique Mitsuo (Rio Negro); Vilson Brusamarello (São Gabriel do Oeste); João Borges dos Santos (Terenos); Ivan Carrato (Três Lagoas); Valter Dalla Valle (Vicentina) e o vice-presidente de Jardim, Hélio Tadau Ruiz. 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul