Skip directly to content

Em 1 ano, exportações de tilápia dobram e chegam a 80 toneladas em março

06/04/2020 - 11:00

As exportações de filé de tilápia em Mato Grosso do Sul no mês de março deste ano chegaram a 80 toneladas – o dobro em comparação ao mesmo período de 2019. Os dados, divulgados pelo MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços), e a expectativa de vendas internas para a Semana Santa, são o assunto do ‘Mercado Agropecuário’ desta segunda-feira (06).

Em março de 2019, foram comercializadas 40 toneladas, segundo o levantamento. O crescimento nas exportações de tilápia sul-mato-grossense é reflexo de investimentos para a implantação de indústrias e da oferta de produtos com qualidade – também reconhecida localmente. Seguindo o ritmo das exportações de pescado, a expectativa é de vendas aquecidas também no mercado interno durante a Semana Santa.

“A melhora relativa do preço pago ao produtor e as orientações de nossos técnicos aos piscicultores são os principais pontos que surgem na Páscoa”, explica o coordenador de Assistência Técnica e Gerencial em Piscicultura do Senar/MS, André Nunes.

“Embora o cenário seja de incertezas, devido à covid-19, tradicionalmente a população compra mais peixe nessa época do ano. Os preços de mercado para vendas estão bons. O cenário atual, apesar de sensível, se mantém melhor do que meses anteriores”, avalia.

As atividades dos produtores rurais se mantêm dentro da normalidade, com um cuidado ainda maior em relação às orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde). “Os manejos com alimentação, controle de água e classificação de peixes, continuam. O transporte e as entregas de ração, que são as principais demandas da atividade, também não param. Portanto os consumidores podem realizar as compras de peixe normalmente para a Semana Santa, com a garantia de levar para casa produtos de alta qualidade”, diz.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul divulga todas as semanas uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe!

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Vitor Ilis