Skip directly to content

Famasul é parceira do Rotary Club na Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo

07/10/2019 - 10:00

A Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) é uma das parceiras do Rotary Club de Campo Grande na realização da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, lançada oficialmente na manhã desta segunda-feira (07), em Campo Grande. O evento contou com a presença do Ministro da Saúde, Henrique Mandetta, e teve Mauricio Saito como representante das dezenas de entidades participantes.

A primeira etapa da mobilização segue até dia 25, com a meta de melhorar a cobertura vacinal e otimizar a logística dos serviços de saúde.

“Parabenizo, primeiramente, o Rotary Club pelos 80 anos, data que coincide com esse importante momento da saúde no Brasil. Com ciência e conhecimento conseguiremos mobilizar todos os municípios. A Famasul fará um intenso trabalho junto aos 69 sindicatos rurais para conscientizar todo o setor produtivo”, disse Saito, ressaltando que o Ministério da Saúde adquiriu mais que o dobro de doses em relação a 2018: passou de 30,6 milhões para 60,2 milhões.

O ministro convocou todos os parceiros para difundir, no interior do estado e nas periferias das cidades, a importância da cobertura vacinal. “Vamos vacinar as crianças que estão nas fazendas, nas chácaras, ou nas periferias das cidades; vamos construir uma consciência coletiva pela vacinação. Iremos precisar muito do apoio das entidades parcerias nesta primeira etapa e também na segunda, que vai contemplar o público jovem”, reforçou.

No estado, a ação conjunta, intitulada “Mato Grosso do Sul e Rotary Club de Campo Grande conectados pela Saúde Infantil”, tem como parceiros do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde, Faems, Sebrae/MS, Sesi, Sesc, Energisa, Sanesul, Águas Guariroba, UFGD, UEMS, Secretaria Estadual de Educação, Secretaria Municipal de Educação, Sinepe, Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, Câmara de Vereadores de Campo Grande, Assomasul, Tribunal de Justiça/MS, Tribunal de Contas/MS, Defensoria Pública, DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena), Comando Militar do Oeste, Base Aérea de Campo Grande, Undime, Conasems, Cassems, Conselho Regional da Região do Centro e Conselho Regional do Anhanduizinho.

Também estiveram presentes no evento o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, secretário municipal de saúde, José Mauro Pinto de Castro Filho, presidente do Cosems (Conselho Estadual dos Secretários Municipais de saúde), Rogério Santos Leite, governador do Rotary Distrito 4470, Antônio Eliseo Caballero, e o presidente do Rotary Club de Campo Grande, Lucimar Lacerda de Melo.

Logística – A primeira fase, de 07 a 25/10, será voltada para a vacinação de bebês de seis meses a crianças de cinco anos. O Dia D de mobilização nacional será realizado no sábado, 19 de outubro, em todo o país. Já a segunda fase, de 18 a 30/11, vai focar nos jovens de 20 a 29 anos. O Dia D está marcado para 30 de novembro e será optativa a participação dos municípios.

Para ampliar a vacinação em todo país, o Ministério da Saúde adquiriu 114% a mais de doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, para 2019 e 2020 em relação a 2018, passando de 30,6 milhões para 60,2 milhões e 65,4 milhões de doses, respectivamente.

Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul - Anahi Gurgel