Skip directly to content

Gestão de custos e melhoria nos processos de qualidade auxiliam avicultores atendidos pelo Senar/MS

26/08/2019 - 08:30

Foto: Embrapa Aves e Suínos

Valor das exportações do frango no estado cresceu US$ 26 milhões no mês de julho

O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural oferece diversos serviços ao produtor rural, entre eles a Assistência Técnica e Gerencial em Avicultura que auxilia na melhoria do processo de qualidade e na gestão de custos da propriedade rural. Este é o assunto do Mercado Agropecuário desta segunda-feira (26).

A coordenadora do programa, Fernanda Oliveira, explica que um dos benefícios da iniciativa é informar o real custo de produção de cada animal. Os indicadores econômicos são gerados através de duas etapas e o técnico possui 3 visitas para concluir. É realizado o resgate de informações dos lotes do ano anterior, através da solicitação de documentos e anotações relacionados à produção, além de um levantamento do inventário de recursos, que visa valorar todas as ferramentas, máquinas, equipamentos, veículos e benfeitorias. “O produtor também recebe capacitações sobre gestão durante o programa, onde ele passa a entender melhor a formação do custo de produção”, relata.

“Quanto a melhoria no processo de qualidade, quando o produtor segue as recomendações dos técnicos de campo e realiza as capacitações periódicas, consegue além de evitar gastos errôneos na atividade, oferecer um produto com segurança alimentar para o consumidor. O Programa auxilia na tomada de decisão e na melhoria contínua do processo, resultando em maior eficiência produtiva e qualidade dentro do padrão esperado pela indústria”, acrescenta Fernanda.

Sustentabilidade – A coordenadora também salienta que "A Assistência Técnica e Gerencial orienta os produtores em relação as legislações trabalhistas, auxiliando na segurança do trabalho, além de incluir as NR’s – Normas Regulamentadoras. Na parte ambiental, sobre o novo código florestal, distâncias recomendadas das granjas, destinação correta de resíduos sólidos, dejetos e embalagens de defensivos agrícolas, e no quesito de biosseguridade, auxiliando sobre as medidas de prevenção e controle de entrada de enfermidades na granja" finaliza.

Comercialização – Segundo o último Boletim Casa Rural do Sistema Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária de MS, o preço médio do frango no atacado em julho de 2019 teve uma valorização de 8,65% em relação a junho e 20,58% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As exportações também cresceram 14 mil toneladas com receita de US$ 26 milhões em julho. A analista técnica, Eliamar Oliveira, explica que “o aumento das vendas pelo segundo mês consecutivo sinaliza que o aquecimento do mercado externo para carne de frango brasileira está refletindo sobre a produção de Mato Grosso do Sul”.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul divulga todas as segundas-feiras uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe!

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Vitor Ilis