Skip directly to content

Mais de 200 produtores rurais passaram pela Vitrine Tecnológica do Senar/MS durante Showtec 2020

29/01/2020 - 09:45

Aproximadamente 200 pessoas, entre produtores rurais e profissionais do agro, marcaram presença na Vitrine Tecnológica do Senar/MS durante o Showtec 2020, realizado entre 24 e 26 de janeiro, em Maracaju. Nos três dias de programação, a Assistência Técnica e Gerencial em Horticultura promoveu palestras e consultorias sobre diversos temas como plantio direto, irrigação e rastreabilidade vegetal.
 
O coordenador do programa, Dorly Pavei, explica que todos os assuntos abordados no evento são importantes para que os produtores rurais possam garantir uma gestão mais eficiente na atividade. “O acesso à informação e às tecnologias tem permitido que os agricultores consigam ter mais produtividade e mais eficiência em áreas menores. Com isso, muitos deles têm acreditado no cultivo de hortifruti e conseguido tirar sua renda por meio dessa atividade”.

Durante o Showtec, o empresário Henrique Barbosa, que atua no segmento de nutrição vegetal, palestrou sobre a redução do uso de defensivos e utilização de produtos alternativos e naturais. “O produtor tem que entender o que ele está fazendo na propriedade e visualizar o atendimento ao consumidor final. Deve se perguntar para quem ele planta e o que seu cliente precisa. Existe, hoje, uma nova necessidade do mercado. Além da preocupação com a qualidade e com o sabor, a segurança do alimento está sendo exigida”, afirma.

Transformando Vidas

Para a produtora rural Adriana Grzibovski Vieira, o Senar tem sido um diferencial há aproximadamente 15 anos. Natural do Paraná, a agricultora conta que veio para Mato Grosso do Sul no ano passado e recebe a Assistência Técnica e Gerencial no município de Nova Alvorada do Sul.

“Os primeiros cursos que eu fiz na época, no Paraná, mudou a realidade da região. E vindo para cá também foi bom, porque nós somos novos aqui e não conhecíamos nada”, relata.

Adriana também afirma que com a assistência do Senar/MS foi possível planejar a melhor cultura para cada época. “Como lá no Sul, que é mais frio, nós plantávamos a couve-flor, nós achamos que faríamos o mesmo manejo aqui, mas os técnicos nos orientaram que tudo seria diferente por conta do clima e, por isso, nosso planejamento foi completamente distinto”, explica. 

Empolgada com os resultados, a produtora disse que vai até investir em outra cultura na propriedade. “Vamos plantar couve-flor em um mês que já foi determinado e, na cultura de verão, vamos plantar o milho-verde”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul - Vitor Ilis