Skip directly to content

Mato Grosso do Sul lança oficialmente plantio da soja safra 2019-2020

21/09/2019 - 17:15

O Sistema Famasul, Aprosoja MS e o Governo de Mato Grosso do Sul lançaram oficialmente na manhã deste sábado (21), em Caarapó, o plantio estadual da soja safra 2019/2020. Para o período, a estimativa é que o estado produza 9,68 milhões de toneladas do grão, um incremento de 3,18% em relação ao ciclo anterior.

"Mesmo com o atraso das chuvas, temos uma previsão de regularidade a partir da primeira semana de outubro, o que nos possibilita acreditar até em superação da meta. Isso porque o produtor tem feito sua parte, adotando novas tecnologias no campo e gerenciando seu negócio com conhecimento técnico e maturidade", analisou Mauricio Saito, presidente da Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul), durante solenidade no Parque de Exposições Pedro Pedrossian.

Também marcou presença o diretor-tesoureiro da Famasul, Marcelo Bertoni.

O presidente da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de MS), André Dobashi, afirma que há previsões de instabilidade climática no início da safra, e que o produtor precisa estar atento para garantir bons resultados no campo. "O momento é de cuidado com a falta de chuvas e com as plantas daninhas de resistência. Tenho certeza que, com essa atenção, iremos alcançar bons números de produtividade", espera.

Diante da positiva projeção para a safra, Jaime Verruck, à frente da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), enalteceu o empenho do setor produtivo. “Os produtores do estado investem em tecnologia para produzir mais, com mais qualidade e sustentabilidade. Por outro lado, o poder público vem se articulando para atender às principais demandas do segmento e aquecer nosso agronegócio”, disse.

Estiveram presentes, ainda, o prefeito de Caarapó, André Nezzi, o anfitrião da casa, presidente do Sindicato Rural de Caarapó, Carlos Eduardo Macedo Marquez, o Kaká, e também os presidentes Roseli Ruiz (Antonio João), José Pereira (Jateí), Lúcio Damália (Dourados), Telma Menezes (Nova Alvorada do Sul), Rodrigo Lorenzeti (Amambai) e Dário Antônio Gomes (Fátima do Sul).

Supersafra de milho - Durante o evento houve apresentação dos dados da segunda safra do milho - uma supersafra com produção de 12,1 milhões de toneladas no estado. Relatório do SIGA MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) mostrou que foram 2,1 milhões de hectares de área plantada (aumento de 19,88%) e produtividade de 93,24 sacas por hectare (crescimento de 33%).

Os destaques do estado foram os municípios de Alcinópolis, com 41.764 toneladas, e Chapadão do Sul, que totalizou 295.028 toneladas. De 68 municípios produtores, 33 apresentaram média acima da estadual.

A região Sul foi a de maior produtividade, com 77,80 sacas por hectares, equivalendo a 67,26% da área plantada. Na sequência vem o Centro do estado, com 79,46 sc/ha de produtividade e 20,69% da área plantada, e a região Norte, com 99,51c\ha e 12,05% da área plantada.

Ao todo, foram visitadas 960 propriedades, onde foi plantio foi realizado entre 25 de janeiro e 12 de Abril, com 257 cultivares.

Assessoria de Imprensa do Sistema Famasul - Anahi Gurgel