Skip directly to content

Representatividade Rural: Diretoria da Famasul participa de entrega do Atestado de Certificação da Novilho Precoce MS

12/03/2019 - 17:15

A diretoria do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS participou, nessa segunda-feira (11), da cerimônia de entrega do atestado de certificação da Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Novilho Precoce. O evento foi realizado na sede da Casa Rural e contou com a presença de lideranças políticas e rurais.

Segundo o diretor-secretário do Sistema Famasul, Frederico Stella, a instituição consolida a pecuária sul-mato-grossense. “A Novilho Precoce atua há duas décadas no estado e destaca-se pelo empenho em produzir carne bovina de qualidade comprovada, fator que contribuiu com o reconhecimento internacional desta proteína. Instituições representativas como a associação proporcionam aos produtores acesso a iniciativas sustentáveis, tecnológicas e de gestão”, ressaltou Stella.

Para o presidente da associação, Nedson Rodrigues Pereira, a iniciativa faz parte de um planejamento estratégico que beneficia o setor. “Em 2016, chegamos à conclusão de que era necessário estimular alguns parâmetros de boas práticas agropecuárias, mas sentimos a necessidade de algo específico da Novilho Precoce, algo que ofereça sustentação aos produtores e que promova a abertura de mercado”, esclarece.

Foram certificados 50 produtores rurais que fazem parte do Protocolo Novilho Precoce de Sustentabilidade e que atendem aos critérios técnicos e adequações necessárias diagnosticadas pela equipe da associação.

Participaram do evento o diretor-tesoureiro da Famasul, Marcelo Bertoni; o presidente do MNP – Movimento Nacional dos Produtores que também faz parte do Conselho de Vice-Presidentes, Rafael Gratão; o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke; representando o Governo de MS, superintendente da Semagro, Rogério Beretta; a chefe de pesquisa da Embrapa Gado de Corte, Lucimara Chiari; presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de MS, Rodrigo Piva; o coordenador do Programa Cerrado Brasil – WWF, Júlio César Sampaio; além dos presidentes de sindicatos rurais, Ruy Fachini, de Campo Grande e João Borges, do município de Terenos.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul, Ellen Albuquerque