Skip directly to content

Saúde do Homem e da Mulher: Mais de 300 pessoas são atendidas em Aparecida do Taboado

02/09/2019 - 17:45

 

O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural promoveu no município de Aparecida do Taboado, a 430 quilômetros da Capital, a 51ª edição do programa Saúde do Homem e da Mulher Rural. O evento que foi realizado em parceria com o Sindicato Rural e a Prefeitura Municipal atendeu cerca de 300 pessoas e mais de 800 procedimentos entre consultas, exames e outras ações.

O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária de MS, Marcelo Bertoni, destacou que a iniciativa tem por objetivo melhorar a qualidade de vida da população rural. “O Saúde do Homem e da Mulher Rural é muito importante. Ele traz a prevenção ao câncer de próstata, de pele e de mama, que são os que mais acometem na população brasileira. Isso traz uma qualidade de vida a quem passa por essa prevenção”.

Para o presidente do Sindicato Rural, Eduardo Antonio Sanchez, o programa é relevante porque leva profissionais de diferentes especialidades para próximo da área rural, facilitando o acesso do público. “Mais uma vez o sindicato rural, prefeitura municipal e secretaria de saúde, juntamente com o Senar/MS, fazendo uma trabalho de cidadania. Quero agradecer o apoio de todos. É um trabalho direcionado ao público rural e ao parceiro do público rural, que não tem tempo de cuidar da saúde no dia a dia”, explica.

Segundo o prefeito, José Robson Samara Rodrigues de Almeida, a parceria entre o município e a entidade sindical tem beneficiado a população. “Agradeço sempre tudo o que o Sindicato Rural tem feito por Aparecida do Taboado. Esse tipo de evento é muito importante para toda população da cidade”.

Transformando Vidas – O paciente José Milton do Nascimento, 51 anos, afirmou que a ação traz relevância para a região. “Atendimento ótimo, ação está de parabéns pelo trabalho maravilhoso. Esperamos que se repita sempre. A cidade agradece. Quando temos algum problema de saúde e precisamos de atendimento especifico e de especialista, temos que nos deslocar para Campo Grande e até para o interior de São Paulo”.

Já o participante, Rodrigo Guedes, 33 anos, conta como a inciativa atende uma dificuldade da população. “Ação muito interessante e atendimento muito prestativo. Esperamos mais vezes na nossa região. Quando precisamos de especialista vamos para o interior de São Paulo, por ser mais acessível e prático. Nossa saúde é escassa de especialistas assim. Então aproveitamos quando tem aqui, fica mais fácil”.

Também participaram do evento o vice-presidente do Sindicato Rural, Dartagnan Ramos Queiroz; o secretário municipal de saúde, Márcio Garcia Galdino, além de outras lideranças rurais e políticas.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Leandro Abreu e Vitor Ilis