Skip directly to content

Setor produtivo e governo do estado assinam termo de implantação da 1ª indústria de borracha de MS

06/08/2019 - 07:45

A Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, a FIEMS – Federação das Indústrias de MS e o Governo de MS oficializaram a implantação da 1ª Indústria de borracha de Mato Grosso do Sul. A assinatura do termo aconteceu nessa segunda-feira (05), em Campo Grande. A previsão é que a empresa dê início com as atividades em janeiro de 2020 com projeção de movimentar toda a cadeia produtiva da heveicultura no estado.

“O primeiro processamento da borracha natural traz novas oportunidades para que outras indústrias também incrementem o setor produtivo. A ação é uma oportunidade para os produtores rurais acrescentarem a cultura na sua atividade. A chegada da indústria traz uma ótima oportunidade para expansão da produção, com muito mais seguranca, já que com a chegada da empresa proporcionará o processamento da matéria prima no estado” ressaltou o presidente da Famasul, Mauricio Saito. 

Saito também falou da contribuição de todos os envolvidos nesse processo. “Quero destacar a participação da indústria por parte do Sergio Longen, o empreendedorismo na pessoa do Ricardo Machado e também do entendimento do estado que incentiva o início do fortalecimento de cadeia com a produção de borracha. A proximidade das ações do agro por parte do deputado Paulo Corrêa com o importante papel que tem desenvolvimento com protagonismo”. 

O secretário da Semagro, Jaime Verruck, representou o governador Reinaldo Azambuja, no evento. “O Governo do Estado está empenhado e discutindo outras questões que foram levantadas no plano da borracha: questões tributárias, entrada de insumos, entre outros. Começamos a fazer essa discussão, onde o foco principal é aumentar a área plantada no estado. Temos que estimular os produtores, passar conhecimento a eles. Hoje nós temos no estado um plano de desenvolvimento do setor”, explica.

Para o presidente da FIEMS, Sérgio Longen, a vinda da empresa é o resultado da soma de esforços. “Um dia histórico, porque vamos registrar nesta casa o início de uma nova atividade, que entendemos ser tão importante quanto as outras atividades que se iniciaram no passado. Envolve desde o agro, até a indústria e o comércio. Essa atividade vai se fortalecer e vai crescer. Essa é mais uma empresa que acredita no nosso potencial. A associação da agroindústria é que vai fazer diferença no desenvolvimento estadual”. 

O sócio-administrador da ASK Trading, Ricardo Machado, justificou a escolha do estado para instalação da empresa.  “Em primeiro lugar, o ponto principal na produção de borracha é estar o mais próximo possível de onde está a árvore, fonte da matéria prima.  Quanto mais próximo do ponto de coleta, mais inteligente se faz o processamento. A questão ambiental também foi considerada, já que teremos um menor tempo de transporte, além de que, a região tem se tornado um importante polo produtor, inclusive aquém do potencial que possui que deve crescer nos próximos cinco anos”. 

Também participaram do evento o secretário da SEFAZ, Felipe Mattos; o presidente da Assembleia Legislativa de MS, deputado estadual, Paulo Corrêa; o presidente do Sindicato Rural de Aparecida do Taboado que também é presidente Aprobat, Eduardo Sanchez; o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan e o superintendente do Sebrae, Cláudio Mendonça, entre outras lideranças industriais e rurais do estado.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul - Ellen Albuquerque